um texto de anos atrás e que deveria ter continuado escondido

Não é nossa culpa. Que mais poderíamos fazer? Como escapar de nossa própria consciência, nossas próprias manias e nossos interesses? Pode haver uma saída mais diplomática, mas mesmo assim, nunca as decisões ficaram fora do que for conveniente, no sentido prático ou mesmo espiritual para a pessoa. Não há o que condenar, talvez muito o que pregar, mas não espere que quem não se beneficie disso queira seguir suas valorosas orientações. Talvez a falta de informação cegue a mente de muitos que trocam prioridades e conceitos, mas ainda assim, se há algo para ser consertado, é para o nosso próprio bem. Nada foge disso. Desistam de tentar concretizar a eterna utopia do comunismo mental, ninguém conseguiria pensar em todos e somente em todos sem que não enxergasse ali as suas próprias possibilidades de “se dar bem” ou, mais brutamente, sua sobrevivência.

Não há, em muitas camadas da sociedade, a corrida pela sobrevivência, a lei do mais forte et coetera, que tanto permeia as vidas mais primitivas ou os homens pré-históricos. Mas o instinto continua e surgem outras formas de cumprir o papel que antes era da luta entre vida e morte. Substituem-se as necessidades, inventadas ou não, ser bonito, ser rico (numa tese darwinista seria o seu músculo e resistência a mais na sociedade), ser culto – ou não – ser carismático e uma outra infinidade de atributos que garantem ao indivíduo uma posição boa na sociedade, maiores chances de sobrevivência, sim, sobrevivência, mas dessa vez, social. Há uma luta para se manter na sociedade e dentro do que ela considera essencial e importante, ainda que esses conceitos variem entre os grupos de uma única sociedade. Mas um grupo já é uma garantia. Há o grupo dos que não acham que são um grupo também e se consideram à margem de tudo e todos, mas é lógico que não o são.

vocês e eu

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: